Radiestesia - Transmute seus medos e harmonize sua vida!

Oi mana

Antes de tudo, sinta-se bem-vinda e abraçada! 

E como sempre, espero que você esteja bem.


Abro este artigo com uma frase que me faz pensar muito: “Ajuda teu semelhante a levantar a carga. Mas não à leva – lá” – Pitágoras.

Desejo que faça sentido para você.



Agora vamos ao que interessa. Desde o começo falo muito que uso a radiestesia para fazer minhas receitas ou os tratamentos que são mais indicados para meus clientes. E acredito que se pergunte o que é isso. No artigo de hoje vou esclarecer esse ponto e você vai entender definitivamente como funciona essa técnica.


Essa técnica existe desde os tempos da Grécia e Antigo Egito e antes era chamada de Rabdomancia  que significava “adivinhação por meio da varinha”. Esse nome veio da utilização de varas para sondar nascentes de água subterrânea e veeiros minerais. Isso até o início do século XX 

A palavra radiestesia foi criada em 1892 por Abade Bouly e representa a união de dois termos: radius, que vem do latim e significa radiação, e aisthesis, de origem grega e que significa sensibilidade, indicando assim a sensibilidade às radiações.


Acredita-se que radiações energéticas nocivas ou benéficas passam sobre nossos corpos e nos afetam da mesma forma que somos afetados pela radiação do Sol, da Lua, da Terra e das outras pessoas (pensamentos criam energias que se irradiam através de nossos corpos). A radiestesia funciona captando energia cósmica (também chamada Prana, Ki, Chi etc.), que é a energia de vida universal que banha nosso planeta. Além disso, é capaz de captar a energia telúrica, que é aquela que emana do centro da Terra, captada pelos chakras de nossos pés.


Normalmente, com nossa mente consciente não conseguimos decodificar essas vibrações que nos chegam, mas por meio da radiestesia, podemos despertar a sensibilidade para captação e medição delas. A pessoa habilitada nesse conhecimento se denomina radiestesista e utiliza vários tipos instrumentos para realizar a medição e captação das energias. Através de ferramentas como pêndulos, aurímetros, dual roads, forquilhas, entre outros, o profissional busca a identificação de ondas e vibrações emitidas, revelando assim tudo o que está oculto aos nossos sentidos, visando harmonizar e equilibrar o ser ou o ambiente onde está situado.


Alguns exemplos de benefícios:

- encontrar pessoas, objetos ou animais desaparecidos;

- indicar o local ideal para escavação de poços ou construções;

- pesquisas relacionadas à saúde;

- pesquisas sobre autoconhecimento e desenvolvimento pessoal;

- compatibilidade entre pessoas, projetos, locais.


A radiestesia possui outro aspecto importante: ela ajudou a descobrir um campo intenso de forças que emitem energias, e podem prevenir e tratar diversas enfermidades, chamado radiônica.  A radiestesia capta e decodifica a vibração; a radiônica usa as formas para mudar e transmutar/harmonizar. A radiônica trabalha no que a radiestesia identificou. A combinação de radiestesia e radiônica permite transformações, elevando a energia a tal nível superior que é possível despertar um processo de cura física, mental, emocional e espiritual. Esse é essencialmente o trabalho realizado pelas diversas mesas radiônicas existentes no mercado. 


Existem vários campos de atuação da Radiestesia. Confira a seguir:


Radiestesia de ambientes: investiga as energias terrestres presentes no subsolo.

Radiestesia terapêutica: mede a frequência de vibrações no corpo humano, para identificar desequilíbrios e auxiliar na sua harmonização. 

Radiestesia hidromineral: para identificar onde estão situados mananciais de água e também minerais.

Tele-radiestesia ou Tele-psicometria: para investigar paradeiros em geral, sejam de pessoas, animais ou objetos.

Geobiologia: a combinação com a radiestesia permite o estudo das energias da terra e suas relações com os seres vivos, bem como o impacto das interferências de um espaço sobre a vida das pessoas. Isso porque as radiações energéticas penetram nos ambientes e afetam os seres humanos, incluindo seus pensamentos, propagando-se no espaço.


Você entende agora porque uso a radiestesia como técnica principal no meu trabalho?

Como sempre, conto com sua companhia e se tiver dúvidas, pode mandar! Não se esqueça de chamar suas amigas, hein? Você e elas são sempre bem-vindas!!!

Até!!!!


Elisabete Arruda – Hipnoterapeuta, Terapeuta Floral, Auriculoterapeuta, Mestra em Reike Usui e Karuna Ki, Mestra em vários sistemas de energia e outras técnicas terapêuticas, Instrutora de Yoga e Psicanalista em formação. Co idealizadora do Projeto Ervas e Tradições.


Instagram - @elisabetearrudaterapeuta

@ervas.e.tradicoes

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo